Recém-aprovado, USB 3.1 terá velocidade de até 10 Gb/s

O USB 3.0 nem chegou a ser tão difundido quanto o USB 2.0, mas já tem um sucessor a caminho: a USB 3.0 Promoter Group, uma divisão da USB.org, aprovou as especificações do USB 3.1, que terá como atrativo a capacidade de atingir taxas de transferência de dados de até 10 Gb/s.

A ideia aqui não é só possibilitar comunicação mais rápida com dispositivos móveis ou de armazenamento de dados, mas também permitir que o USB 3.1 seja, por exemplo, uma alternativa mais consistente para conexões de telas de alta definição que, como tal, exigem maior largura de banda.

O novo padrão é bastante parecido com o USB 3.0, tecnicamente falando. Para conseguir alcançar o dobro da velocidade deste, a USB.org basicamente desenvolveu um método de codificação de dados mais eficiente, sem exigir o uso de tecnologias mais sofisticadas (e caras).

Cabo USB

Desta forma, o USB 3.1 consegue aumentar ainda mais o drama do padrão Thunderbolt. A segunda versão desta tecnologia foi confirmada pela Intel em junho deste ano e tem como principal característica a velocidade de até 20 Gb/s, o dobro da primeira e atual especificação. O problema aqui está na viabilidade: além de mais complexo, o Thunderbolt tem custos de licenciamento mais elevados.

A consequência não poderia ser outra: é difícil encontrar portas Thunderbolt em computadores que não sejam os da Apple, a principal apoiadora da tecnologia. No meio de julho, a Acer chegou inclusive a declarar que não quer mais saber de Thunderbolt em seus equipamentos.

Estes problemas não são esperados para o USB 3.1. Assim como aconteceu com o surgimento das versões anteriores, o novo padrão não exigirá mudanças de conectores ou cabos e será totalmente compatível com dispositivos baseados em USB 3.0 ou USB 2.0 (se limitando às velocidades destas especificações, é claro).

O fato de as especificações do USB 3.1 já estarem prontas e aprovadas, no entanto, não querem dizer que veremos esta tecnologia no mercado prontamente. A previsão é a de que os primeiros dispositivos compatíveis com a tecnologia só comecem a aparecer no final de 2014.

Fonte: 
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s