Obama diz que aliados não serão mais espionados, mas manterá coleta de dados

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, prometeu colocar um freio na NSA (Agência de Segurança Nacional) para que ela não seja tão livre com seus programas de espionagem. Ele deixou claro, porém, que manterá o monitoramento, conforme noticiado pelo G1.

Em pronunciamento feito no Departamento de Justiça, Obama disse que interromperá a bisbilhotagem a amigos e aliados de seu país, mas voltará a agir caso entenda ser necessário. “Deixamos claro à comunidade de inteligência que, ao menos que exista um urgente propósito de segurança nacional, não vamos monitorar as comunicações de chefes de Estado e de governo entre nossos mais próximos amigos e aliados.”

Os EUA, disse ele, não pretendem “pedir desculpas” a outros países por ter um sistema de inteligência mais eficiente. O acompanhamento de intenções dos demais governos continuará.

Ele prometeu, entretanto, tornar a coleta de dados um pouco transparente, obrigando os provedores de comunicação a informar melhor os usuários sobre que tipo de dados o governo requisita. Mas afirmou que sua administração não tem interesse em espionar pessoas comuns fora do país.

O governo não armazenará mais os metadados e Obama garantiu que a coleta não significa que a NSA esteja vasculhando o conteúdo de chamadas telefônicas. A partir de agora, sempre que o acesso a essas informações for necessário, haverá tribunais secretos.

O Congresso montará uma comissão com defensores da privacidade para monitorar os trabalhos da inteligência.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s