Lentes de contato com câmeras podem ser a próxima grande invenção do Google

Se registrar imagens em um dispositivo como o Google Glass é uma ideia fascinante – e assustadora – para muita gente, imagine poder fazê-lo a partir de lentes de contato. Pois uma patente solicitada pelo Google nos Estados Unidos sugere que a empresa pode estar trabalhando justamente nesta proposta.

A descrição da patente 20.140.098.226 revela que a ideia da companhia é integrar microcâmeras às lentes. O tamanho consideravelmente diminuto é essencial para evitar que as câmeras interfiram no campo de visão do usuário. É também por este motivo que estes dispositivos devem ser posicionados próximos à borda da lente.

Como, obviamente, as câmeras não trabalham sozinhas, a patente descreve ainda a inserção em cada lente de um sensor CMOS e de um circuito de controle que pode, por exemplo, orientar a comunicação com um dispositivo externo ou receber comandos. Todos estes itens são igualmente minúsculos, é claro.

Patente Google: lentes com câmera

Como as lentes seguem os movimentos dos olhos, teoricamente, bastará olhar para um ponto qualquer para registrar uma imagem. Uma vez que as lentes não têm componentes para armazenamento de dados, as informações obtidas podem ser enviadas imediatamente para um smartphone, por exemplo.

Aprimoramentos podem fazer a tecnologia identificar cores, padrões de movimentos, intensidade de iluminação, formas de objetos, rostos, entre outros. Comandos podem ser dados a partir de sequências específicas de piscadas ou de movimentos oculares.

Do ponto de vista tecnológico, é uma ideia de deixar o queixo caído, não dá para negar. Mas, para o dia a dia, uma tecnologia como esta é motivo de pavor: imagine alguém capturando imagens suas ao conversar com você. É por isso que causas mais nobres é que justificam uma invenção como esta.

De acordo com o Google, as lentes podem ser usadas para alertar deficientes visuais avisando-os da movimentação de veículos perto de uma faixa de pedestres ou de um obstáculo na calçada, por exemplo. Neste caso, pressupõe-se que um dispositivo auxiliar, talvez o próprio smartphone, receba e processe as informações para emitir os avisos.

Patente Google: lentes com câmeras

Por ora, a única certeza que a gente tem é que uma tecnologia como esta precisa percorrer um extenso caminho para virar realidade e, quem sabe, substituir o Google Glass. O Google tem que definir como funcionará a alimentação elétrica e os sistemas de comunicação, por exemplo. Além disso, precisamos sempre ter em mente que uma patente não indica, necessariamente, que a sua respectiva ideia será implementada.

Mas as chances são razoáveis. Basta levar em conta a série de pesquisas que vêm sendo desenvolvidas nos últimos meses: lentes de contato que dão zoom, lentes que podem capturar luz infravermelha e até lentes que medem glicose para ajudar diabéticos, esta última, uma invenção do próprio Google.

Fonte: ExtremeTech

Anúncios

About carlosfabiano

Analista de infraestrutura e Segurança Professor de Tecnologia da Informação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: