Procon lista sites que devem ser evitados na Black Friday

Foto: Reprodução.

Poucos dias antes da esperada megaliquidação Black Friday, o Procon-SP atualizou sua lista de lojas online que os consumidores devem evitar. São 449 lojas de comércio eletrônico que tiveram reclamações registradas nesse órgão de defesa do consumidor, foram notificadas e não responderam de forma satisfatória.

A lista existe desde 2011 e vem crescendo a cada nova atualização. Nos últimos três meses, foram acrescentadas 42 lojas a ela. Muitos dos sites listados não estão mais ativos. Na tabela abaixo, a coluna Inclusão informa se o site estava no ar quando foi incluído na lista.

Durante a Black Friday, o Procon-SP terá um plantão de 24 horas para receber reclamações dos consumidores. Confira a lista de sites dos quais você deve fugir.

Abaixo uma lista oficial do órgão para o consumidor não ser lesado na Black Friday. Aqui estão as dicas do IDEC, o Instituto de Defesa do Consumidor.

Pesquise sobre a loja

Antes de fazer uma compra em um site que você não conhece, procure saber o máximo possível sobre a empresa: é importante verificar se há reclamações sobre a loja em redes sociais e sites especializados. Outra dica é conferir a lista que o Procon-SP mantém atualizada com as lojas virtuais para serem evitadas por já terem apresentado problemas. Também procure se informar sobre as políticas de entrega e de troca da loja. Note que essas regras podem mudar em períodos de promoção, como a Black Friday.

Observe todos os detalhes da página

É importante ficar atento até mesmo a detalhes na própria página da loja, como se em algum lugar consta endereço, telefone e outras formas de contato além do email. Também vale observar a existência de alguns “selos” ou “badges” conquistados pela empresa a partir da avaliação por sistemas como o e-bit, que é baseado em pesquisas com os consumidores sobre a qualidade do site durante o processo de compra, pagamento e também depois da entrega do produto.

Desconfie do que estiver barato demais

Desconfie de ofertas muito absurdas, até mesmo para uma Black Friday, e de sites que exigem pagamento por depósito em conta bancária. Procure sites com sistemas de pagamento seguro e criptografia de dados ” verifique na barra de endereços na página de pagamento se aparece https://. em vez de http, pois o https significa que se trata de um ambiente seguro, e isso implica dados criptografados.

Fique esperto

Ao criar seu cadastro na loja virtual, é muito importante não utilizar a mesma senha do seu email, de banco, cartões etc. Essa é uma dica óbvia, mas que sempre vale a pena reforçar, pois a reutilização de senhas é um hábito que parece cômodo e bastante prático, porém é extremamente perigoso e muitas pessoas ainda mantêm esse costume.

Anúncios

About carlosfabiano

Analista de infraestrutura e Segurança Professor de Tecnologia da Informação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: