Golpe internético oferece “vídeo chamada” aos usuários do Whatsapp

Na medida que os sistemas de segurança dos aparelhos ficam mais sofisticados, os cibercriminosos passam a apelar apara a engenharia social para enganar suas vítimas. Um dos recursos mais usados para disseminar ataques em redes sociais e aplicativos é prometer recursos que ainda não existem – mas que seriam muito úteis.

O pessoal da Kaspersky Lab idenficou um novo golpe circulando entre usuários do WhatsApp, prometendo um suposto recurso de ‘Video Chamada’, que por enquanto não existe no programa de mensagens instantâneas. Como de costume, a mensagem chega às vítimas por meio de algum contato:

Ao acessar o link, o usuário verá uma página com formato específico para dispositivos móveis e que irá solicitar o número de telefone para continuar.

O site malicioso ainda avisa que para receber o suposto recurso, é necessário convidar dez amigos ou compartilhar o convite em três grupos para ativa-lo. Aí meu amigo, já era…

O usuário vai para uma babilõnia de sites cuja finalidade é oferecer a instalação de softwares maliciosos para o telefone. A tática é assustar o dono do smartphone, típica de um scareware – campanha que visa alavancar um software suspeito ou com benefícios limitados.

Tem também a versão Android:

“Essa campanha segue o mesmo estilo de outras campanhas maliciosas que encontramos disseminadas via WhatsApp”, afirma Fabio Assolini, analista sênior de segurança da Kaspersky Lab no Brasil. “Isso demonstra que os golpes anteriores foram bem-sucedidos e que os cibercriminosos seguem com a mesma tática de usar um tema popular para disseminar scareware. Outro agravante foi que encontramos empresas de software legítimos se valendo dessa abordagem para forçar a instalação e distribuição do seu software no Brasil.”

O analista ainda alerta para outro fator importante: golpe solicita o número de telefone da vítima. “Com essa informação os criminosos podem inscrever a linha em serviços premium, que irão cobrar taxas das vítimas, diminuindo o saldo da linha ou enviando a cobrança na conta mensal”, alerta Assolini.

Então gente, cuidado!

Fonte: MundoBit

Anúncios

About carlosfabiano

Analista de infraestrutura e Segurança Professor de Tecnologia da Informação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: